DESCULPE O TRANSTORNO

Seja bem-vindo (a) novamente GirlBoss

Ensaiei bastante para escrever esse post, na verdade, reescrevi ele diversas vezes e nenhuma delas havia ficado boa o suficiente – exceto essa – para tocar nesse assunto e explicar todas as mudanças que ocorreram comigo e com esse espacinho que compartilho com você. Você que acompanha o blog, deve ter percebido – ou não – que ele ficou muito, mas muito tempo parado. Infelizmente tive que parar e repensar várias coisas que estavam – e que estão – acontecendo na minha vida, e sim, eu me permitir afastar da blogosfera como blogueira e também como leitora, e sendo sincera, eu posso te dizer que foi a melhor coisa que eu pude fazer por mim e para mim. Sério mesmo! Sair desse mundo virtual e dessa saturação que se tornou a blogosfera atual é revigorante, parar e pensar um pouco mais sobre a minha vida real, me redescobrir e entender o que eu quero fazer da minha vida é algo único e ao mesmo tempo assustador. Descobri o quão maravilhoso é passar os finais de semana OFF, sem ter que ficar me preocupando com “Tenho que fotografar”, “Tenho que escrever” ou “Tenho que postar”, que são as coisas que uma pessoa que mantém um blog costuma se preocupar e dedicar bastante tempo para essas atividades, e eu, bem, não estava dando conta. Mesmo morando junto com o Rafa e perto dos meus pais, eu mal podia aproveitar e curtir momentos com eles, já que durante a semana os nossos horários são um infortúnio e os finais de semana – que é quando tenho um pouquinho mais de tempo livre – eu estava bitolada com a blogosfera, que não aproveitava os momentos com eles, que são a minha família.

Um dia, alguém me perguntou sobre o que eu escrevia aqui, e se o tipo de conteúdo que escrevia era realmente útil para alguém. Essa é uma pergunta bem pertinente e tem lá o seu Q de coerência, mas o que mexeu bastante comigo foi o fato de não saber responde-lá de bate-pronto, porque eu nunca havia parado para pensar nisso, até então. E levar esse susto com essa pergunta inesperada, foi bom, porque pude parar e pensar mais sobre o blog e pensar no que quero para ele, e o que estou disposta a fazer por ele. E no meio dessas reflexões bateu aquela vontade de voltar, de sentar aqui e compartilhar com você tudo o que eu aprendi de bom na vida – mesmo que ainda não tenha vivido muito –  E pra isso, eu precisei mudar, quis mudar novamente, porque não sou mais a mesma garota de 2014 que começou o blog para poder superar os fatos que deixaram a vida de pernas para o ar, que estava se sentindo sozinha em um lugar desconhecido e que precisava ter algo familiar para poder se dedicar e que fosse uma espécie de refúgio ao céu aberto, aonde pudesse gritar todas as agonias que sentia, em forma de textos, mesmo sabendo que poderia não existir um outro alguém do outro lado, que lesse e pudesse compreender tudo o que estava se passando, ali, naqueles momentos.

Foi aí então, que quis dar uma nova cara e nome para esse espaço, porque finalmente estou finalizando um ciclo, concluindo uma etapa da minha vida que foi crucial para tornar e moldar a essência da pessoa que eu sou hoje. E foi em meio a segunda leitura do GirlBoss – sim, isso mesmo! li o livro por duas incríveis vezes – que eu pude me reencontrar e começar a virar a página da vida, e é por isso que essa nova etapa leva esse nome, porque tem todo um sentindo em um contexto intimo comigo mesma, e que aos poucos você vai poder notar isso também, mas hoje, nasce para o mundo o Like a GirlBoss para dividir com você um pouco desse novo eu, nessa nova fase, com uma proposta uma pouco diferente do que você já me viu antes. Então a única coisa que eu posso afirmar para você é que quero compartilhar algumas coisas contigo, e quero que essas coisas sejam úteis, tanto pra você quanto para mim. Quero fabricar o tipo de conteúdo do qual eu mesma consumiria, quero ter aquela sensação de satisfação por dentro, de me sentir útil. É meio que aquele velho ditado, clichê, eu diria, mas que é a pura realidade: “Seja você a mudança na qual deseja ver no mundo”. Então eu resolvi mudar e começar novamente, dessa vez fazendo desse espaço o tipo de blog útil no qual eu amaria e o leria todos os dias, porque é desses tipos de blogs que eu gosto e que a blogosfera necessita: blog de coisas úteis e que realmente somam nas nossas vidas.

“Eu quero viver essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo. Sobre o que é o amor, sobre o que eu nem sei quem sou

Seja bem-vindo (a) novamente

Com Carinho,

– M.

Aproveita e leia também...

2 Comments

  • Reply
    Clayci
    segunda-feira - 6 de fevereiro de 2017 at 16:17

    Eu amei as mudanças !
    O layout está lindo *_*

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge