LUGARES

San Andrés: Documentações e Taxa

Acho que essa é a coisa mais chata que tem quando estamos organizando uma viagem. Sempre rola muitas dúvidas e divergências de informações, sério! É impressionante o tanto de “disse e não disse” que tem por aí. E nem é maldade dos sites, blogs ou viajantes, porque com o tempo as coisas tendem a ficarem desatualizadas mesmo, assim gerando todo esse conflito. Mas agora trago à você algumas informações atualizadas e tentarei manter-las assim o máximo possível. Agora vamos ao que interessa! 😉

PRECISA DE PASSAPORTE?

Passaporte Brasileiro

A ilha de San Andrés, pertence a Colômbia, que por sua vez, faz parte da América do Sul e nós brasileiros, podemos transitar entre os países da América da Sul portando apenas o cédula de identidade, vulgo, RG. Mas na prática, talvez isso não funcione assim, tão simples, porque muitos dos voos para a Ilha de San Andrés possuem escala no Panamá – tanto na ida, como na volta, não importa. O Fato é: O Panamá fica na América Central, onde é obrigatório o uso do passaporte, mesmo que seja apenas para uma escala do voo. Então fica aqui o meu conselho: vá com o passaporte, sempre! Com ele é o processo imigratório na chegada ao destino é mais rápido, além de que, as casas de câmbio pedem o passaporte para na hora de trocar o dinheiro para a moeda local. Um dos hotéis no qual ficamos hospedados também pediu o passaporte para validar o check-in. Se você já tem passaporte, ok! Só verifique se até o dia do embarque, ele ainda terá mais 6 meses de validade e está tudo certo.

Caso você não tenha, não entre em pânico. O processo de solicitação não é tão difícil, vou fazer um breve resumo: Você preenche um formulário na internet, diretamente no site da policia federal. Feito isso, será gerado um boleto com a taxa de emissão, que hoje custa R$257,25. Após o pagamento, volte o site e agende a sua visita a um posto de emissão de passaporte da receita federal. Com a data agendada, é só comparecer! Lá eles irão tirar sua foto e recolher as suas digitais. Feito isso, é só esperar por um e-mail deles, avisando que o seu passaporte ficou pronto e que você pode ir retira-ló. Em média demora uns 10 dias úteis, contando a partir da data da visita ao posto. Mas o processo todo demora um mês mais ou menos.

Agora, se você não tem passaporte e o prazo pra providenciar um está muito próximo da sua viagem, você pode ir com o RG, porém o seu voo não poderá ter escalas em países que não façam parte da América do Sul, fique bastante atento em relação a isso. Talvez os processos burocráticos de imigração e câmbio sejam um pouco mais demorado e chatos, porque foge um pouco do padrão. Na minha viagem, quase que tivermos mudar o nosso voo, porque o Rafael não tinha passaporte e quando ele foi emitir o documento, a casa da moeda havia paralisado os serviços e suspendido a entrega para a polícia federal, assim atrasando muito a entrega. Nossa sorte, foi que um pouquinho antes da data do embarque, eles voltaram ao serviço e conseguiram entregar a tempo o passaporte dele. Então, deu tudo certo, nós dois fomos com os passaportes. 

TEM VACINA OBRIGATÓRIA?

Hoje, não existe vacina obrigatória para os viajantes com o destino a Colômbia, no entanto, eles recomendam que o turista esteja vacinado contra a febre amarela, é uma recomendação é não uma obrigatoriedade. Eu fui sem a vacinação e não tive problema algum. Vale lembrar que tanto na ida como na volta, o meu voo teve escala no Panamá, onde também não foi exigido o cartão de vacinação. Caso você queira tomar a vacina, faça isso com pelo menos um mês de antecedências da data do seu embarque. Menos que isso, é melhor ir sem. Devido às reações que a vacina pode causar.

TAXA DE TURISMO, QUANTO E COMO PAGAR?

Taxa de turismo do arquipélago de San Andrés.

Essa foi a informação mais divergente que houve, dentre todas as informações que pesquisei em blogs e sites de viagens. A ilha de San Andrés é um arquipélago e é obrigatório pagar uma taxa de turismo para poder entrar e sair da ilha. Até os meados de agosto e setembro, essa taxa de turismo custava $49.000,00 pesos colombianos, que convertendo para reais seria aproximadamente R$65,00. Mas devido a alta demanda de turistas na ilha a taxa teve um reajuste e hoje, custa $99.000,00 pesos. Esse valor já contempla os bilhetes de entrada e saída da ilha. 

O nosso voo para a ilha foi operado pela Copa Airlines, saímos de Guarulhos/SP com escala no Panamá e depois fomos para a ilha. Achávamos que a taxa de turismo seria cobrada somente no embarque no Panamá para San Andrés, como havíamos lido na maioria dos blogs. Mas a nossa taxa de turismo foi cobrada no momento do check-in em Guarulhos. Cada bilhete teve um custo de R$130,00 e teve que ser pago em dinheiro, nada de cartões ou dólar, nem mesmo débito. Como eu estava achando que só pagaria essa taxa no Panamá e em Pesos Colombianos, não havia levado um tostão em reais, então tive que procurar um caixa eletrônico no aeroporto pra sacar o dinheiro e voltar pra fila para comprar o bilhete, porque o embarque só seria feito se estivéssemos com os bilhetes em mãos, assim informou a moça do guichê da campainha. Mas mesmo tento comprado o bilhete em Guarulhos, ele só foi solicitado no embarque do Panamá pra San Andrés e na imigração do aeroporto da Ilha, onde eles ficaram com uma das vias. Então eu acho que a mocinha do guichê em Guarulhos fez uma certa pressão pra vender, ali os bilhetes – e eu cai. Rs. Porque vi bastante gente adquirindo o bilhete no Panamá mesmo e até tinha uma moça ensinando como preenche-lo corretamente. 

Ah, é muito importante que você guarde o bilhete, de preferência junto com o seu passaporte, pois quando você estiver saindo da ilha, eles irão te pedir novamente e ficarão com a outra via dele. Caso você não tenha ele em mãos, terá que comprar outro pra poder deixar o arquipélago. Então, guarde o bilhete! Ele é muito importante. 

A única coisa boa de ter comprado o bilhete em Guarulhos é que polpamos alguns dólares que estavam separados para essa despesa, e pude gasta-los na viagem 😊.

Acho que coloquei nesse post todas as grandes dúvidas sobre documentações e taxas para uma viagem à San Andrés. Caso você ainda tenha alguma dúvida ou sugestão, pode deixar aqui nos comentários! 

Para ver a programação de posts sobre esse guia de viagem, você pode clicar aqui.

Com carinho,

-M

Aproveita e leia também...

2 Comments

  • Reply
    Gabriela
    quinta-feira - 23 de fevereiro de 2017 at 09:44

    Olá , amei explicações, tudo detalhado facilita muito . Eu gostaria de saber aonde posso tá trocando o dólar mais barato, sem mta taxas.
    E qnto mais ou menos custou ,a passagem? só pra ter uma ideia de preços qndo eu for viajar . Vc é uma fofa estarei aqui sempre ,

    • Reply
      Marta Freitas
      sexta-feira - 24 de fevereiro de 2017 at 14:40

      Olá Gabriela! Muito obrigada pela visita.
      Vou fazer o próximo post falando a respeito de dinheiro e qual moeda levar, sai na segunda feira.
      Mas respondendo a sua pergunta, não sei precisar o quanto ficou a passagem só pra San Andrés, porque, de lá fui pra Bogotá. Mas deu aproximadamente R$1700 por pessoa, os três trechos (SP > SAN ANDRES > BOGOTA > SP).
      O dólar, eu comprei na Confidence, fiz cotações com outras, mas essa foi a mais barata. o dólar saiu R$3,44 já com a taxa.
      Beijos!

    Leave a Reply

    CommentLuv badge